Heróis #6

quinta-feira, maio 19, 2011

Nome: Steve Rogers/Capitão América
Categoria: Herói
Idade: Nascido em 1917 morto em 2007 - 90 anos[?]


Criado por Joe Simon e Jack Kirby o Capitão América foi um dos muitos heróis criados para exaltar o patriotismo americano.
 Ele surgiu no período da 2° Guerra Mundial e seu nobre e principal objetivo era derrotar nazistas. Caiu em ostracismo com o fim da guerra.

 Steve Rogers. Essa era a verdadeira identidade do Capitão América.
 Um rapaz magro e fraco que desejava de qualquer forma ajudar na guerra. Por causa de sua saúde fraca Steve só pode servir de voluntário para um experimento militar que visava aumentar as habilidades físicas através de um soro especial e radiação o “Projeto Supersoldado”.
 O experimento é bem sucedido e Steve Rogers se torna o primeiro supersoldado americano. Por causa de um ataque de um agente nazista infiltrado o cientista que criou a formula é morto e esta se perde para sempre fazendo de Steve o único a usá-la.
 Após receber o treinamento, aprender a usar suas novas habilidades, as mesmas de um humano só que muito ampliadas, receber sua única arma, o escudo feito de adamantium e vibranium  que é indestrutível e absorve tudo que o atinge, e vestir seu uniforme Steve Rogers se torna então o Capitão América.

 Nos HQs o Capitão América não foi sempre Steve Rogers.
 Há uma complexa cronologia que acompanha o personagem. De acordo com os as publicações Steve Rogers desaparece no mar pouco antes do fim da guerra entrando num estado de animação suspensa. Depois disso conta-se que houveram quatro homens que vestiram o uniforme de Capitão América. E ainda um que teria vestido o manto antes de Steve Rogers. Outros dois teriam vestido o uniforme do herói quando este foi proibido pelo governo de atuar com o manto.
 Nisto temos um total de sete versões do Capitão América, mas como Steve Rogers o vestiu por mais tempo é considerado o original sendo os outros “quebra-galhos” para quando a história do herói o levasse para outros caminhos.



 Nas telas o herói foi representado algumas vezes.
 Em 1944 houve o seriado Captian America que foi baseado nos HQs e teve 15 capítulos que variavam de 15 á 25 minutos. Mais tarde, em 1953, o seriado foi relançado com o título Return of Captian América e teve ótimas críticas.
 Em 1966 foi feita uma série animada que reaproveitava os desenhos dos HQs e foi exibida no Brasil em três ocasiões. Em 67, em 75 na TV Tupi e em 82 com abertura e dublagem original em programas muito conhecidos na época, o Clube do Capitão Aza e o Pullman Júnior.
 Em 1979 dois longas foram produzidos. Neles o herói é um ator que busca vingança pelo assassinato de seu pai.
 Em 1990 foi produzido um filme que conta a origem certa do Capitão América mas nele o herói fica congelado no Alasca até os anos 90 e volta para derrotar seu arqui inimigo, o Caveira Vermelha.
 Agora temos a produção de 2011 que promete contar a história original do herói e é muito aguardada pelos fãs.

 O Capitão América é uma figura bem complexa. Ele faz bem o estilo do soldado desiludido.
 Ao se alistar no exército e tornar-se um herói-soldado ele se torna um exemplo de patriotismo e heroísmo. Muitos anos mais tarde quando retorna de seu estado de animação suspensa nosso herói vê um mundo diferente do que ele havia conhecido. Tenta se dedicar á vida civil mas tem dificuldades, é traído pelo governo que serviu e se vê obsolento num mundo que não quer mais os heróis como antigamente.
 Na saga Guerra Civil dos HQs ele faz o que um soldado faz de melhor, luta por sua liberdade e é caçado por isso e visto como um vilão pelas pessoas que sempre se dedicou a proteger e por muitos de seus amigos. Isto desencadeia uma crise ideológica em Steve. Ele se questiona, não sabe mais o que significa ser um herói.
 Em sua última batalha na Guerra Civil Steve se rende por perceber que suas ações levaram a uma enorme destruição e as percebe que as pessoas não confiam mais nos heróis. Ele se rende para impedir mais mortes.
 Ao ser levado para seu julgamento Steve Rogers é morto.
 Ainda vestindo o manto de Capitão América ele é baleado duas vezes ás portas do Capitólio e é declarado morto á caminho do hospital.

10 comentários:

Paulo Cheng disse...

Ola Dri, cara, curto muito o capitão America, foi um dos desenhos prediletos quando era muleque, e até agora não colocaram ele na telona. Nunca lia os quadrinhos, mas gostava dos desenhos que passava na TV. Ótima matéria Dri, parabéns.

Abração pra ti.

Paulo Cesar PC- BLOG DE TUDO UM POUCO, MINHA OPINIÃO disse...

Poxa bate uma saudade dos tempos de criança! Seu post sobre o Captão America me fáz voltar no tempo. Bons tempos. Um grande abraço.

Laércio Cunha disse...

Adoro o Capitão América, aguardo ansioso o novo filme dele. Bem legal seu post e seu blog, estou seguindo. Se puder dá uma passado no meu blog de cinema e segue.

http://thecinefileblog.blogspot.com/

abraços!

Andre Mansim disse...

É estranho ver uma menina falando de heróis dos quadrinhos! Legal!
Sabe dos heróis Marvel eu escalo minha seleção assim:
1 Homem Aranha
2 Wolverine
3 X-men
4 Quarteto Fantastico
5 Capitão América empatado tecnicamente com Hulk, Homem de Ferro e Thor!

Mas adorei sua postagem!!!

Paulo Cheng disse...

Tem entrevista lá no site, agora é com o designer gráfico e blogueiro de São Paulo Douglas Pimentel, ta demais, acessa lá e comenta, ok?

Abração pra ti.

Marcus Alencar disse...

Oi, adorei a sua postagem sobre o Cap. É um personagem que tenho gostado cada vez mais nesses últimos anos. Já até escrevi sobre ele uma duas vezes no meu blog, a última então foi de um momento inspirador pra mim durante a Guerra Civil. É quando o Homem-Aranha pede conselhos a ele sobre o que é a coisa certa a se fazer e ele fala sobre convicção. Muito bom. O personagem é praticamente o melhor lider de super-heróis dos quadrinhos e certamente merece um filme nota 10.

abraçosss

Laura Brandão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Laura Brandão disse...

Os personagens da Marvel são os melhores!
Abraços e ótimo final de semana!

phaelcampos disse...

É uma pena, assim com Clark, Steve esteja em decadência não apenas dentro da história, assim como na vida real, ninguém mais quer um personagem exemplo, um líder, e sim personagens com defeitos e contemporâneos. Esse é um dos motivos do Batman ter sobrevivido mt bem enquanto eles ficam cada vez menos populares.

Superman cada vez mais se afunda nas tentativas de dar um reboot nos cinemas, vamos ver se o Capitão América consegue o que o homem de aço ñ conseguiu.

Luiza Assunção disse...

Eu amo os heróis da Marvel!!
Também estou ansiosa para o filme do Capitão América.
bjs

Postar um comentário