Santo pé no saco!

quarta-feira, março 16, 2011

Tem horas em que eu acho que minha família me vê assim...
 
 O é ter religião? Ou ter fé? E por que as pessoas te olham como se você fosse o anticristo se você por acaso diser que não tem nem uma nem outra? E o que é melhor? Eu ser uma pessoa normal e honesta ou ser uma santinha hipócrita que finge que segue uma coisa e não pratica de verdade?
 Esse assunto tem me causado momentos bem constrangedores aqui em casa ultimamente.
 Minha mãe ta quase me levando numa igreja ou num psicólogo. Se eu desaparecer inexplicavelmente é porque fui internada em algum lugar sinistro por aí. E cada vez que esse assunto é levantado eu sinto que isso pode acontecer mesmo.
 CARAI! Por que as pessoas insistem em viver com a mente fecha?! Que inferno!
 Tenho percebido que expressar as próprias opiniões, mesmo dentro de casa, pode ser um perigo. Dificilmente me expresso sobre assuntos muito pessoais, não por medo de expor meus pontos de vista numa discussão, mas porque quando se trata de família é sempre melhor deixar pra lá. Se alguém diz alguma coisa que te desagrada ou critica seu modo de vida é mesmo melhor ignorar ou estar pronto para defender sua opinião num lugar onde, aparentemente você estará errado até que se prove o contrario.
 Não é fácil viver em num lugar onde você é o “único diferente”.
 Me considero uma pessoa bastante razoável, já fui vítima de bullying na escola e talvez por isso faça questão de não tratar ninguém com preconceito, e me deixa muito triste ver a animosidade que me atinge as vezes  bem dentro de casa.
 Por que pensar diferente me torna anormal de alguma forma?
 E o pior é que eles nem frequentam igrejas nem nada. Só acreditam porque todo mundo antes deles acreditava também. Isso lá tem lógica? Tenho uma prima que chega até a citar trechos da Biblía.Só pra dizer que tem muita fé. Mas faz tudo que ela condena!
 Pior, pessoas que não leram nem a metade da Biblía e querem me dar lição de moral com ela!
 Esse conceito tido como absoluto de Deus, religião não me convence nem um pouco. Vou fazer 18 anos e vivo no mundo moderno. Não consigo basear toda minha vida num “livro sagrado”. Só porque não acredito na Bíblia não quer dizer que não acredito em nada. Tenho fé sim, mas é na humanidade, no potencial de cada pessoa e na forma que como podemos afetar o mundo á nossa volta sendo apenas nós mesmos menos se você for um assassino ou pedófilo, nesse caso seja outra pessoa e principalmente acabando com esses preconceitos que só separam as pessoas.
 Discriminar uma pessoa de qualquer forma não faz bem pra ninguém. Agora por que é tão difícil os outros enxergarem isso eu não sei.
 É povo, tá difícil por aqui...
 Acho que vou fundar uma igreja! Já que tá virando moda .
 A minha vai se chamar: Igreja Sacocheissíma do Não me Enche.
 Para se converter á nossa ordem é só repetir nosso lema!
 "Deus te deu a sua vida. Então pare de cuidar da minha!"

7 comentários:

Wally elsissy disse...

"Tenho percebido que expressar as próprias opiniões, mesmo dentro de casa, pode ser um perigo."

Menina... você disse TUDO!!!
Se estiver disposta a enfrentar enchição de saco, então compartilhe sua opinião... do contrário, melhor guardar pra si mesma!!

Wally elsissy disse...

Acho que você vai gostar dessa GIF :D ---> http://bit.ly/f9pNKB

Driele disse...

BOA WALLY!
;D

Jim Carbonera disse...

tem uma livro foda do paulo coelho, "veronika decide morrer" que retrata isso que tu falou. Loucura, respeitar o diferente, etc.

Nos mostra que loucura é fazer aquilo que a gente acha certo. É ser a gente mesmo, e nao viver uma vida em que vivemos os sonhos e os desejos dos outros ao inves dos nossos.

Enfim,

To seguindo

bjss

http://www.estilodistinto.com

Pensamentos em Fragmentos disse...

É... família tem em todos os lugares e todas tem seus defeitos. Ninguém é perfeito ou nasce sabendo.
É preciso aprender que para tudo tem sua hora e seu tempo.
Ter fé é questão de espírito e não de seguir regras e doutrinas, ainda mais quando se fala uma coisa e faz outra.
Mostre a sua familia que tem inteligência suficiente para não pecar no exagero como eles fazem.
Beijos!

Adriana T disse...

Concordo com você, eu acredito em Deus na bíblia e procuro seguir minha religião, mas tem muita gente hipócrita por aí, dizem que acreditam na bíblia e nunca leram ela (eu já estou lendo pela quarta vez)dizem que tem religião mas nem conhecem sua própria religião, e ainda criticam a dos outros, também sem conhecer. Eu entendo os ateus, não concordo mas entendo, tem tanto sofrimento, e a ciência é tão enfática com suas teorias, eu tinha minhas dúvidas busquei profundamente as respostas e convenci a mim mesma, de modo que hoje tenho minha fé bem arraigada mas, baseada em coisas que eu pesquisei, estudei, não em tradições, ou só porque alguém me disse para seguir, foi escolha minha e de mais ninguém, e sou muito feliz por ter feito as escolhas que fiz. De qualquer forma admiro pessoas que examinam as coisas antes de decidir em que acreditar em vez de simplesmente aceitar o que é tido como normal.
Beijos

Sir J. disse...

As pessoas as vezes não interpretam bem a maneira de pensar dos outros, é em todo lugar... o Certo é respeita as pessoas e seus gostos como você mesmo disse, mais nunca ficar calada quando uma pessoa interpretar sua maneira de pensar Distorcendo completamente no que você acredita fazendo de você algum tipo de “monstro”... ter uma opinião diferente nesse nosso mundo é perigoso... ^^

Postar um comentário