Desconfiem de mim [?]

sábado, março 26, 2011

  Outro dia a atriz Carol Castro disse que não confia, fica com o pé atrás com quem não gosta de bichos.

Fiquei aqui fazendo uma auto análise sobre isso.
 Eu não consigo gostar muito de bichos. Não no sentido de ser louca por eles.
 Conheço muita gente que ama de verdade. Que gasta todo o salário com coisas pro gato ou cachorro. Eu realmente não consigo ser assim.
Muitos estudos apontam que a maioria das pessoas que possuem um grande apego por animais de estimação sofre de carência afetiva. O que é bem comum no mundo de hoje.
 Numa sociedade que desenvolveu uma espécie de frieza como a nossa quem pode culpar uma pessoa por querer um pouco de carinho ao chegar em casa. E se esse carinho vem de um cachorro que recebe você alegremente depois de um longo dia de trabalho ou de um gato que deixa seu dono fazer carinho enquanto assiste televisão quem é pode culpar essas pessoas?
 Tenho uma amiga que diz que prefere adotar um cachorro de rua a uma criança. Isso já é ser radical.
 Esse poderia ser mais um sinal que esses estudos apontam. Ao reconhecerem a animosidade, a agressividade das outras pessoas alguns se voltam para os animais, pois como seres instintivos só demonstram agressividade por motivos específicos e demonstram carinho com maior facilidade.
 Algumas pessoas já pensam que não gostar de animais significa que a pessoa possui alguma deficiência afetiva. Que tem pouca capacidade de se relacionar e mostrar carinho. Isso também não é completamente mentira.
 Mostrar agressividade ou indiferença por animais, crianças ou qualquer criatura inferior, no sentido de força ou inteligência, pode ser um sinal de que a pessoa tem seu lado afetivo um tanto deturpado.
 Mas não se enganem, isso pode ser devido a algum trauma, experiências ruins no passado ou mesmo uma simples dificuldade de se conectar ás pessoas, o que é bem comum.
 E como os sentimentos de cada um de nós são bem complexos não tirem conclusões precipitadas em nenhum dos casos!
 Seja pela falta ou pelo excesso, nós pecamos em algum momento de nossas relações.
 Mas que eu acho bem estranho uma pessoa adulta fazendo cuti-cuti e vestindo o animal de estimação com roupinhas e acessórios, com certeza acho.

Agora alguns exemplos das relações humanas com animais


 Normal...






Normal...





Estranho...




Normal...





Momento cuti-cuti...




E por último mas não menos importante...


Violência contra animais é crime.
 Denuncie!

4 comentários:

Wally elsissy disse...

Eu tambem desconfio de quem nao gosta de bichos.
Assim... nao fazer questao de ter um acho normal.
Mas quem afirma que nao gosta mesmo, acho estranho.
Porque uma coisa e você nao gostar e outra e desgostar.
Nao gostar e nao fazer questao. Desgostar e querer mal.

Dama de Cinzas disse...

Vi o sua entrevista lá no Ping Pong da Emiliana e achei suas respostas originais e inteligentes e rapidamente corri aqui no seu blog, porque sabia que iria encontrar bons posts e não me enganei! Adoro encontrar blogueiros como você que dizem a que veio... rs

Quanto a animais eu amo de paixão, mas não sou da turma que trata animal como gente, vestindo de roupinha e etc. Tenho total consciência de que eles não podem ser tratados como humanos, mas, sim, com muito carinho.

Não creio que quem não goste de animais seja uma pessoa má ou algo assim. Mas quem maltrata, certamente é...

Beijocas e vou te seguir!

William disse...

Olá Driele,
Você tem total razão. Tudo tem um limite. Aqui em casa eu tenho meu cachorro e simplesmente adoro o danado. Faz parte da família. Mas cada um na sua, ele é bicho. Eu sou bicho grilo....eheheh
Posso te dizer uma coisa ao longo de quase meio século de vida: "Quanto mais conheço alguns humanos, mais eu admiro meu cachorro".
Tem gente que nasceu e não merecia nem ser bicho.
Enfim, acabei de ler o ping pong lá no blog da Emilia.
Suas respostas só confirmaram aquilo que eu já sabia: Tu é uma pessoa fantástica e vai alcançar o que deseja. Tenha certeza disso.
Um ótimo domingo pra você e todos seus verdadeiros amigos.
Beijo

VaneZa disse...

Também vim aqui depois de ler seu ping-pong... adorei suas respostas... achei você uma guria de atitude.... e tão novinha ainda.

Eu fiquei sabendo disso que a atriz falou... e eu conheço muitas pessoas que não gostam muito dos bichos... mas isso não significa que eles maltratem... só não são chegados. Já eu gosto bastante... mas não trato como ser humano... não beijo no focinho e não deixaria meu filho (que não tenho) brincar como na imagem cuti-cuti que você mostrou. Agora... eu não gosto de criança... adoro bebês... mas é só ficar maiorzinho que eu já acho chato. rs

AbraçoZzz

Postar um comentário